O calote continua

Apesar de ter se comprometido a colocar em dia os repasses constitucionais para as prefeituras, o governador Romeu Zema (Novo), no mês de janeiro deixou de repassar R$ 522 milhões, sendo R$ 459 milhões referentes ao ICMS mais R$ 63 milhões do Fundeb. A Associação dos Municípios Mineiros ainda não contabilizou o atraso nos repasses referentes ao IPVA. O ex-governador Fernando Pimentel deixou uma dívida de R$ 12,6 bilhões com as prefeituras. Com o calote do novo governo a dívida já ultrapassa os R$ 13 bilhões.

Fechar Menu