Nunca sofri coação, afirma empresário delator

Em carta enviada da prisão, Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS e testemunha-chave na condenação do ex-presidente Lula no caso do tríplex, nega coação de procuradores da Lava Jato para adaptar sua versão e validar o acordo de delação premiada, relata Mônica Bergamo. “Não sou mentiroso nem vítima de coação alguma”, escreve Pinheiro. No domingo (30), a Folha mostrou, a partir de mensagens obtidas pelo site The Intercept Brasil, que ele foi tratado com desconfiança pela Lava Jato por quase todo o tempo em que se dispôs a colaborar. (Folha)

Fechar Menu