Questionado se há algum projeto de construção da sede própria da GM, que hoje se encontra instalada na Fepasa, o inspetor disse que existe um estudo para que a corporação não permaneça naquele local, até por conta do prédio ser tombado, o que não permite as adaptações necessárias.

“Estamos pensando, junto com o prefeito Sérgio Azevedo e o secretário de Defesa Social, Rafael Conde de Maria, em um novo local, mas ali, na Fepasa, não deixará de ser um posto da GM. Deixaremos uma equipe para atendimento ao público, teremos ali também o ponto base de nossas viaturas, a confecção de REDs juntamente com a PM”, informou.

O novo local, que ainda não foi encontrado, deverá ter uma sala de instrução, um auditório, local para tatame para a prática de defesa pessoal. “O prefeito resolveu atender o nosso pedido e esperamos, em breve, ter um novo local para a GM”, afirmou.