Na reunião da Câmara nesta terça-feira, durante o expediente de terceiros, o professor da rede estadual de ensino, Daniel César Maiochi, se manifestou contrário a municipalização de quatro escolas estaduais no município de Poços de Caldas.

Para ele, o projeto não trará benefícios a população e como consequência do processo de municipalização é preciso que sejam analisadas algumas implicações, entre elas o fato de que sem turmas nos anos iniciais não há formação de turmas para o ensino fundamental 2 e ensino médio. Com isso as escolas permanecerão fechadas e os servidores efetivos que são lotados nessas escolas serão demitidos quando não houver mais espaço de trabalho e os servidores contratados, que são muitos, ficarão desempregados.Muitos alunos ficarão desassistidos. “Entendo que a Câmara precisa com urgência trazer esta discussão para o plenário e confrontar o Governo do Estado, a Prefeitura e a Superintendência Regional de Ensino”, defendeu o professor.