Mudanças no gabinete

Alguns servidores que trabalham no andar de cima da casa amarela estão encucados com a dança das cadeiras em cargos de chefia no entorno do secretário de governo. Coincidência ou não, os atos com exonerações e nomeações de servidores que assessoram o secretário ocorreram no mesmo dia (ou noite), em que foram decididas as troca dos ocupantes de cargos no primeiro escalão.

 

Pontos fracos

Como era esperado, a pesquisa do Instituto MDA que avaliou o desempenho da administração trouxe como o setor mais bem avaliado pela população a Secretaria de Serviços Públicos que tem à frente o jovem Thiago Biagioni.

Entre as secretarias que receberam nota baixa estão a Secretaria de Desenvolvimento e Trabalho, Promoção Social e também o setor de obras, por causa dos buracos no asfalto. O setor de saúde também decepcionou.

 

Mais um…

Depois da notificação recebida por parte do Ministério Público, demonstrando preocupação com a licitação para a nova concessão dos transporte coletivo e que deve ter tirado o sono do chefe do executivo e seus assessores, consta que está no forno mais um procedimento do MP, desta feita sobre o desperdício de R$ 570 mil com a contratação de uma empresa para fazer o recadastramento dos futuros moradores dos novos conjuntos habitacionais financiados pelo programa Minha Casa, Minha Vida.

Trata-se de um serviço que poderia ter sido executado pela própria Secretaria de Promoção Social ao invés de ser terceirizado. Embora o recurso para p pagamento seja pago pelas próprias empresas responsável pelos empreendimento, a contrapartida do município gira em torno de R$ 130 mil. Mais um dinheiro desperdiçado neste momento de vacas magras.

Fechar Menu