Após a tumultuada e polêmica sessão ordinária realizada na semana passada, a Câmara Municipal realizou ontem mais uma reunião, desta vez com algumas alterações introduzidas no andamento da sessão pelo presidente Marcelo Heitor. Tão logo foi votada a primeira moção, o presidente esclareceu ao público que acompanha os trabalhos, que após uma conversa entre os vereadores foi definida a cronometragem para a fala em plenário.

“Até em fase de teste, todas as vezes, durante as falas, como consta no Regimento, haverá uma marcação de tempo, como forma de orientar a fala, para facilitar uma adequação e rendimento melhor na sessão”, esclareceu o presidente.  A medida implantada pela Assessoria de Informática, a pedido da Mesa Diretora, foi decidida após a sessão anterior em que se perdeu muito tempo nas discussões das moções que constavam na ordem do dia.

A medida adotada pelo presidente surtiu efeito uma vez que a pauta da sessão de ontem foi zerada, coisa que não acontecia há várias sessões, além de ter evitado discussões mais acaloradas como na sessão anterior.

O presidente usou a tribuna e aproveitou para fazer um balanço das atividades do Poder Legislativo nesses primeiros 100 dias de mandato, avaliado como altamente positivo, avaliação com a qual concordamos plenamente se comparada com o rendimento de legislaturas anteriores.