Faleceu na manhã desta sexta-feira o ex-centroavante da Caldense Genevando Jesus Santana, mais conhecido por Vandú, aos 73 anos, em decorrência de pancreatite. Vandú havia sido internado em um hospital de Mogi-Mirim-SP há quase duas semanas para uma cirurgia na vesícula, quando descobriu a inflamação no pâncreas. O corpo será trazido para Poços de Caldas e o sepultamento está previsto para este sábado (03) pela manhã.

Baiano de Vitória da Conquista, Vandú nasceu em 05/08/1947. No futebol, iniciou a carreira no time da sua cidade, o Vitória da Conquista. Depois passou pelo Vitória de Salvador e na sequência defendeu diversos times mineiros, como América, URT, Uberlândia, Valério, Atlético de Três Corações e Flamengo de Varginha.

Chegou à Caldense em 1972 e permaneceu até 1973, quando se destacou e anotou três gols no Campeonato Mineiro e um na Taça Minas Gerais. Após sair da Veterana, atuou no futebol de Passos, Treze da Paraíba e por fim no Ceará Sporting. Depois de pendurar as chuteiras, se fixou em Poços de Caldas, onde teve quatro filhos: Jeferson, Camila, Silvio e Leonardo. Trabalhou por anos na Alcoa e seguiu carreira musical.

Em 2009 Vandú foi homenageado pela Caldense com a realização de um campeonato de futebol master levando o seu nome. Em entrevista para a TV Caldense em 2017, relembrou sua passagem pelo Verdão. “Quando cheguei, a Caldense já tinha um nome muito forte. Era um plantel excelente, repleto de grandes jogadores, mas consegui ser titular absoluto por uma temporada inteira e fizemos grandes campanhas no clube”.

A Associação Atlética Caldense manifesta os mais sinceros sentimentos de pesar a amigos e familiares e agradece os serviços prestados por Vandú à instituição.