O vereador Diney Lenon apresentou ontem uma moção de apelo, na sessão ordinária, para que o prefeito Sérgio Azevedo libere os servidores municipais, enquanto durar a Onda Roxa e que trabalhem somente aqueles que atuam nas áreas consideradas essenciais.A moção foi aprovada por 14 votos. “É hora de o prefeito baixar uma norma, um ato ou uma resolução para que todos os servidores que puderem ficarem em casa, até pelo menos no final desta onda roxa. Não existe justificativa nem para revezamento”, defendeu.

Diney ainda reforçou o pedido junto ao presidente da Câmara, Marcelo Heitor, para que o Legislativo dê o exemplo e que promova os trabalhos remotamente enquanto durar a Onda Roxa.O vereador Flávio concordou com a colocação de Diney, afirmando que o objetivo da Onda Roxa é tirar o maior número de pessoas de circulação. “Temos que fazer o máximo enquanto poder público, apelando para que todos os esforços sejam direcionados ao mínimo de circulação possível dentro de nossa cidade”, defendeu.