Ministro mantém Pezão preso

Alexandre de Moraes negou de uma tacada só habeas corpus de quatro personagens presos na Operação Boca de Lobo, que levou Luiz Fernando Pezão para a cadeia. Pela caneta de Moraes, continuam presos Luiz Carlos Barroso, o Luizinho, ex-assessor e apontado como um dos homens da mala de Pezão; Marcelo Santos Amorim, sobrinho do ex-governador; e os sócios da empresa responsável por uma obra na casa de Pezão: Luis Fernando Craveiro de Amorim e César Augusto Craveiro de Amorim.

Fechar Menu