Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

Após ser derrotado em primeira instância nos processos em que denunciou o prefeito Sérgio Azevedo e o vice Júlio de Freitas por suposto crime eleitoral durante a campanha por terem comparecidos a solenidade de entrega das chaves de apartamentos do conjunto Sonho Dourado e no processo em que pede punição para a advogada Lais de Oliveira Lavras e à coligação Poços Segue em Frente, também por supostas irregularidades na campanha pela reeleição, o advogado e radialista Lucio  Correa Cassila, perdeu mais uma, desta vez no Ministério Público.

Lúcio apresentou a 2ª Promotoria de Justiça, que tem como titular o Promotor Renato Maia, denúncia contra o prefeito Sérgio Azevedo e seu vice na gestão anterior, Flávio Faria e secretários municipais por terem recebido verbas referentes a férias não desfrutadas remuneradas.

A denúncia de Cassila resultou na instauração de uma Notícia de Fato, que o Promotor Renato Maia, julgou improcedente determinando o seu arquivamento, registrando em seu despacho que o reclamante apresentou notícia de irregularidade de teor similar junto ao Ministério Público de Contas tendo o referido processo, após análise, sido constatada a inexistência de quaisquer irregularidades nos fatos relatados pelo denunciante.

A íntegra da decisão do promotor titular da 2ª Promotoria está no link abaixo.

MPMG – denúncia/férias