Mercado paralisado

Ontem pela manhã, dois corretores de imóveis conversavam no café Sete Quedas e as orelhas do prefeito devem ter ficado vermelhas. Segundo eles, o mercado está paralisado, muitos imóveis à venda e nem mesmo os que estão para alugar, a maioria apartamentos, estão despertando interesse. Em um prédio da área central, onde os apartamentos sempre foram disputadíssimos, seis deles estão vazios há meses, aguardando quem queira aluga-los.

Na opinião dos corretores, o que já não estava bom, ficou ainda pior depois do imbróglio criado com o reajuste do IPTU e a cobrança do ITBI. “A coisa tá feia, faz dois meses que não faço nenhum negócio”, reclamava um deles.

Um empresário que estava ao lado ouvindo a conversa, completou: Além disso ainda temos o Condephat querendo tombar a cidade toda, uma lei de zoneamento arcaica, ultrapassada, uma secretaria de planejamento que só despacha alvarás provisórios e uns bombeiros querendo ser mais realista que o rei, travando tudo e não expedindo o tal de AVCB. Para complicar ainda mais, apenas um cartório de registro de imóveis. A cidade travou.

Fechar Menu