O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais está cobrando melhores condições de instalações da Guarda Municipal. Segundo o Sindserv, que visitou o prédio que abriga a sede da GM, na antiga estação Fepasa, o espaço é insalubre para os servidores e está se deteriorando. Durante a visita, os membros do sindicato constataram iluminação e ventilação deficitárias dos vestiários e sanitários, falta de extintores de incêndio, paredes úmidas e mofadas, falta de ventilação e goteiras. “Vale ressaltar que há apenas um sanitário masculino e um feminino para atender aproximadamente 80 pessoas”, destacou o sindicato.