“Há uns três dias começamos a ter notícia da limitação de medicamentos na cidade,o que ocorre no Brasil e no mundo inteiro. Tomamos medidas no sentido de atenuar o problema, checamos nossos estoques, que são pequenos, mas distribuímos um pouco para os hospitais que estão com seus estoques limitados”, informou o secretário, lembrando que foram feitas solicitações para a Presidência da República, Ministério da Saúde, Governo do Estado informando quais medicamentos estão em falta na cidade