Sérgio lembrou que foram ampliados os leitos nos hospitais, mas nos últimos meses e, principalmente, nas últimas semanas, o que se tem visto é um crescimento muito grande de internações de pacientes de cidades vizinhas e até de cidades que não fazem parte da nossa microrregião.

“Poços é cidade referência e tem que atender a região e tem atendido. Com este sistema colapsando estamos sofrendo com o atendimento de diversas cidades que não são de nossa região. Graças a Deus Poços tem esta condição, poderia ser ao contrário, poderia ser Poços precisando deste atendimento, então fazendo isso com todo o coração, mas nos deixa preocupados”, afirmou.

Segundo ele, hoje são 21 pacientes internados de Poços de Caldas e 33 de fora da cidade, ou seja, quase 50% a mais, alguns até do estado de São Paulo.  O prefeito anunciou que Mosconi conseguiu ontem ampliar mais 6 leitos de UTI, que se somam aos 10 ampliados na semana passada junto a Santa Casa. Com isto, Poços passa a contar com 73 leitos de UTI para o tratamento da Covid-19. “Melhora, mas neste sistema de atendimento pelo SUS, nós podemos ter 50, 100 leitos liberados, que no dia seguinte vão ser todos preenchidos, porque vem gente da região inteira para cá. Na hora que você cai no sistema, ele vê onde tem vaga e manda pra lá, então vai acabar vindo para Poços”, explicou.