Mais essa?

Foi só o presidente Bolsonaro anunciar sua intenção de nomear o juiz Sérgio Moro para a próxima vaga do Superior Tribunal de Justiça, para ter início uma especulação no Congresso, visando uma nova edição da “PEC da Bengala”, que prorrogaria a permanência dos ministros no cargo até os 80 anos. O decano Celso de Melo deve se aposentar no segundo semestre do ano que vem por completar 75 anos, idade limite para permanecer no Tribunal.

A notícia gera especulação também no serviço público, tendo em vista que se a medida for aprovada ela dará o mesmo direito aos servidores públicos regidos pela CLT, caso da prefeitura de Poços de Caldas.

Alguém imagina os 6.200 servidores da prefeitura sendo obrigados a deixar o emprego apenas quando atingir os 80 anos? Hoje isso acontece apenas aos 75, o que já é uma aberração. E mais, com direito a uma jornada de apenas 6 horas.

Fechar Menu