Magoados

A intervenção do executivo na eleição dos novos integrantes da mesa diretora da Câmara pode custar caro para a administração, tendo em vista as feridas abertas pelo apoio declarado do governo ao candidato vitorioso, professor Carlos Roberto.

A participação do executivo no processo deixou pelo menos três vereadores da base governista descontentes com o resultado, que acabou sendo benéfica para vereadores que não pertencem ao bloco governista. É indisfarçável a chateação com o episódio por parte dos vereadores Antonio Carlos Pereira, Gustavo Bonafé e Lucas Arruda, todos preteridos pelo comando do executivo para disputa da presidência.

Embora não declarem publicamente o desconforto com a situação, por algum tempo os líderes do governo terão que lamber as feridas abertas na eleição para reconquistar o pleno apoio e a boa vontade do trio nas tratativas de projetos de interesse do executivo.

Fechar Menu