Se as eleições de outubro de 2022 ocorressem hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seria eleito, vencendo o atual presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) por 55% a 32% no segundo turno. É o que aponta o levantamento do instituto Datafolha, divulgado nesta quarta-feira.

De acordo com o levantamento, no primeiro turno, o ex-presidente teria hoje 41% das intenções de voto, dezoito a mais que Bolsonaro, que aparece em segundo com 23%. Atrás dos dois, os demais candidatos aparecem embolados em um segundo pelotão, liderado numericamente por Sergio Moro (sem partido), que registra 7%, seguido por Ciro Gomes (PDT), que aparece com 6%. Após os dois estão Luciano Huck, com 4%, João Doria (PSDB), com 3%, Luiz Henrique Mandetta (DEM) e João Amoêdo (Novo), ambos com 2%. Os eleitores que votariam em branco, nulo ou que não escolheram candidato são 9%. Os que não sabem ou não responderam são 4%.

No segundo turno entre Lula e Bolsonaro, além dos 55% que votariam no petista, e dos 32% que escolheriam o atual presidente, há ainda 11% dos eleitores que votariam em branco ou nulo e 2% que não souberam ou não responderam.

A pesquisa Datafolha ouviu 2.071 brasileiros com 16 anos ou mais, nos dias 11 e 12 de maio. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.