Justiça manda soltar funcionários da Vale

A Justiça mandou soltar os oito funcionários da Vale, presos durante operação que investiga o rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A decisão é do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Nefi Cordeiro.

Relator de habeas corpus impetrados pelas defesas dos presos, o ministro observou que os acusados já depuseram, não houve fuga nem indicação de destruição de provas ou induzimento de testemunhas, o que demonstraria “a desnecessidade da prisão”. “Não há risco concreto à investigação, não há risco concreto de reiteração, não há riscos ao processo”, afirmou.

Fechar Menu