Jurista diz que post foi quebra de decoro

O jurista Miguel Reale Júnior, um dos autores do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, afirmou que o fato de o presidente da República ter divulgado um vídeo obsceno pode configurar quebra de decoro. “O caso se enquadra como falta de decoro, o que pode levar ao impeachment. Por que divulgar cenas abjetas para o povo brasileiro?” Ele (Bolsonaro) só pensa em factoide”, disse ele ao Estadão.

Fechar Menu