Ipê é retirado

Uma árvore, com risco eminente de queda, foi retirada da pracinha em frente ao Cemitério da Saudade, na manhã desta sexta-feira A Divisão de Parques e Jardins, atendeu solicitação do Departamento de Meio Ambiente, da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, que após vistoria preparou um laudo onde confirma a instabilidade e desequilíbrio da espécie.

O laudo assinado pelo engenheiro, Carlos Battesini, informa tratar-se de uma espécie de Ipê Amarelo da Serra (tabebuia alba), de 15 metros de altura, que encontra-se fora de prumo. Ele alerta, ainda, que em caso de queda, a árvore pode atingir o prédio da administração, porque a espécie está localizada ao lado da Fonte Santa Terezinha, próximo a porta de entrada do cemitério.

Além da vistoria, Battesini anotou relatos de funcionários do cemitério, que informaram que em dias de chuva e ventos fortes o solo ao entorno da árvore se move. Diante do exposto e o eminente risco de queda da árvore, o engenheiro escreveu: “Sou favorável a remoção preventiva da espécie e a sua substituição por outra de menor porte”.

Fechar Menu