“império” de R$ 100 milhões

Réu em oito processos por violência sexual, João Teixeira de Faria, o ” João de Deus ” é suspeito de construir um “império” por meio da extorsão de fiéis, lavagem de dinheiro e prática de crimes contra o Sistema Financeiro Nacional.Um relatório feito pela força-tarefa do Ministério Público de Goiás, que investiga o caso, aponta João como chefe de uma organização criminosa.

Fechar Menu