Guerra comercial se agrava

A China permitiu que sua moeda se desvalorizasse para o menor patamar desde 2008, em retaliação a tarifas impostas pelos EUA. O acirramento da guerra comercial derrubou ontem as principais Bolsas pelo mundo e levou a uma alta do dólar, que fechou a R$3,96. A medida tomada por Pequim fez o Departamento de Tesouro americano considerar o regime chinês “manipulador de câmbio”, algo que não ocorria desde 1994. Embora simbólica, essa classificação contribuiu para ampliar o cenário de tensão no mercado financeiro. Wall Street teve seu pior dia no ano, com o índice S&P 500 recuando 2,98%. (Folha)

Fechar Menu