Governo quer terceirizar benefícios do INSS

O governo pretende acabar com o monopólio do INSS na gestão de benefícios como auxílio-doença, de acidente de trabalho e salário-maternidade, que representam gasto anual de R$ 130 bilhões. O pagamento de aposentadorias e de parte das pensões continuará exclusivo do INSS. Mas, no caso dos outros benefícios, as empresas poderão optar por recorrer ao setor privado, segundo o projeto de lei que o governo enviará ao Congresso. (Globo)

Fechar Menu