O Campeonato Mineiro de futebol está paralisado, a princípio, até 31 de março. O anúncio foi feito oficialmente nesta segunda-feira pelo governo de Minas Gerais após reunião com a cúpula da Federação Mineira de Futebol. O retorno das partidas está previsto para 1º de abril, uma quinta-feira, com jogos da sexta rodada.

A paralisação de eventos esportivos já havia sido comunicada pelo governador Romeu Zema (NOVO) na semana passada. No caso do Campeonato Mineiro, foi permitida a realização de partidas até o último fim de semana.

A pausa nos eventos esportivos em Minas faz parte da onda roxa do programa Minas Consciente, uma série de medidas restritivas que tenta conter o avanço da pandemia da COVID-19. Entre elas estão a limitação de circulação de pessoas, especialmente das 20h às 5h; o fechamento de todo o comércio não essencial; e a ampliação da fiscalização feita em conjunto pelas guardas municipais e a Polícia Militar.

Em vigência desde quarta-feira nos 853 municípios mineiros, a medida pretende controlar a disseminação da COVID-19 e permitir o restabelecimento da capacidade assistencial do sistema de Saúde. A princípio, a onda roxa será mantida por 15 dias, indo até 31 de março.

Passadas cinco rodadas, o Atlético lidera o Estadual, com 15 pontos, seguido por América, com 12; Athletic de São João del-Rei, com nove; e Caldense, com oito. O Cruzeiro é o quinto colocado, com sete pontos.

Os jogos previstos para a sexta rodada são:

URT x Pouso Alegre

Patrocinense x Boa

Cruzeiro x Tombense

Uberlândia x América

Coimbra x Athletic

Caldense x Atlético

Com a paralisação do Mineiro, o clássico entre Cruzeiro e Atlético, inicialmente marcado para 3 de abril, sábado, será realizado no dia 11, um domingo, no Mineirão