Governo negocia para aprovar reforma

A equipe econômica negocia mudanças no relatório da reforma da Previdência, a fim de facilitar sua aprovação. Técnicos do governo se debruçaram sobre o texto ontem. As possíveis concessões incluem a flexibilização na idade mínima de aposentadoria para professores e trabalhadores rurais, que passaria dos 60 anos previstos no texto original para 58 anos (mulheres) e 61 anos (homens). Também poderia haver mudanças no acesso ao BPC, pago a idosos e deficientes de baixa renda, e na proposta de capitalização. (Globo)

Fechar Menu