Minas vai seguir a orientação do Ministério da Saúde e recomendará aos municípios que utilizem estoques reservados para segunda dose das vacinas contra a Covid-19 para aplicação imediata, sem retenção para a segunda aplicação. O objetivo é ampliar a cobertura do Plano Nacional de Imunização (PNI).

A informação foi confirmada nesta segunda-feira pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), que vai repassar a orientação da pasta às 853 cidades do território mineiro. A determinação é válida para os 8º e 9º lotes, pois as unidades das remessas anteriores foram aplicadas ou contam com pessoas agendadas para recebê-las.

Na última quarta-feira (17), o Estado recebeu a oitava remessa dos imunizantes, com cerca de 509 mil doses. No sábado (20), mais 542 mil unidades chegaram a Minas.