Gasto acima do orçamento

Durante a audiência pública em que o secretário da Fazenda, Alexandre Lino, apresentou o balanço financeiro do último quadrimestre de 2018, o vereador Paulo Tadeu, que se debruçou sobre os números durante um bom tempo, contestou a choradeira da administração, que joga toda culpa na crise sobre o atraso dos repasses que deveriam ter sido feitos pelo governo do estado.

Na análise do vereador, é verdade que o governo deixou de repassar algumas dezenas de milhões para a prefeitura, mas o montante repassado é superior, em pelo menos R$ 4 milhões ao previsto no orçamento de 2018. Ou seja, se a administração tivesse se limitado a gastar aquilo que estava previsto em orçamento não estaria passando sufoco e ainda teria a receber os mais de R$ 70 milhões que o governo não repassou. Tem lógica.

Fechar Menu