Festival paralímpico

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) anunciou as cidades-sede da segunda edição do Festival Paralímpico, realizado em comemoração ao Dia Nacional do Atleta Paralímpico, 22 de setembro. Neste ano, o evento vai ser no dia 21, sábado, em 69 cidades do Brasil. Poços de Caldas é uma delas.

O festival vai acontecer na quadra de eventos da Caldense, das 7h30 às 11h, e é destinado a crianças e adolescentes na faixa de 10 a 17 anos, com e sem deficiência. A intenção é mobilizar pessoas com deficiência em todo o território brasileiro por meio das atividades físicas.

A data foi instituída a partir do decreto de lei nº 12.622, de 8 de maio de 2012, mas apenas começou a ser comemorada em 2014. Também no dia 22, comemora-se a fundação do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês), que completará 30 anos de existência. A entidade é a autoridade máxima do paradesporto e detém o direito de organizar os Jogos Paralímpicos.

No ano passado, 48 cidades brasileiras receberam a festividade. “Esse aumento no número de cidades-sede se deve ao sucesso da primeira edição, que aconteceu no ano passado, no qual o CPB atingiu mais de 6 mil crianças em todo território nacional. Neste ano, a nossa expectativa é que 10 mil crianças participem do evento”, diz o coordenador de Desporto Escolar do CPB, Ramon Pereira.

 

Seminário de convivência ética nas escolas

Nos dias 11 e 12 de setembro, Poços de Caldas sediará o Seminário Convivência Ética nas escolas, com a presença de pesquisadores e professores do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral (GEPEM) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP).

O evento, realizado pela Secretaria Municipal de Educação (SME), por meio do Centro Municipal de Referência do Professor e da Autarquia Municipal de Ensino (AME), acontecerá no Espaço Cultural da Urca e fará o diálogo com diversos temas como clima escolar, relações com as regras, comunicação construtiva, educação ambiental e consumo, educação para a autonomia, dentre outros.

A iniciativa vai contar com duas palestras (de abertura e encerramento) e três mesas redondas. Podem participar educadores da rede municipal e público em geral, como educadores da rede estadual e particular, estudantes, ativistas e demais interessados.

Desde 2017, a Secretaria Municipal de Educação trabalha com a questão da convivência ética nas escolas e, no último mês, com a publicação do Documento Municipal: Diretrizes para Elaboração dos Currículos Escolares, Poços de Caldas passou a ser o primeiro município do país a contar com o Plano de Convivência Ética nas escolas como política pública de educação. O documento reúne o Plano de Convivência Ética e os eixos norteadores do trabalho da rede municipal de ensino: Educação Científica; Direito à Cidade; Arranjos Culturais; e Expressão, Corpo e Movimento.

A palestra de abertura terá como tema “A Convivência Ética nas escolas”, com a Dra. Telma Pileggi Vinha (foto).

Fechar Menu