O prefeito Sérgio Azevedo anunciou ontem, por meio de vídeo nas redes sociais que pela primeira vez, nos próximos finais de semana (sábados e domingos), a cidade ficará fechada totalmente. “É para fechar tudo. Noticiei isso na semana passada. Queria pedir que durante a semana vocês procurem ir aos supermercados, mas não deixem para ir na sexta-feira para que não haja esta correria. Vamos fechar tudo, inclusive o transporte público vai ficar fechado”, informou o prefeito.

Ele disse que notou no fim de semana que a cidade recebeu muitos ônibus e vans de turismo. “Eles estão proibidos na cidade. A partir de quarta-feira nossa fiscalização vai estar intensamente nas ruas, vai parar ônibus e vans que estiverem na rua e ver onde estão. Se for turista vai ser convidado a voltar para casa e vamos escoltar até a saída da cidade. Não vão ser permitidas entradas de ônibus e vans de turismo, inclusive vão ser multados. A Guarda Municipal e a Polícia Militar vão atuar neste ponto”, explicou.

O chefe do executivo pediu a ajuda da população, porque, segundo ele, não há como fiscalizar 180 mil habitantes. “Precisa ter fiscalização porque muitos não estão obedecendo, então vamos intensificar. Teremos perto de 200 pessoas atuando na fiscalização, inclusive o drone vai estar ativo e peço a sua ajuda, se estiver tendo alguma festinha, perto de sua casa, de aniversário, pode denunciar para o 153 que teremos pessoas disponíveis para verificar o que está acontecendo e para autuar”.

Segundo o prefeito, há uma dúvida quanto a reunião familiar. “Gente, vamos ter bom senso, quem mora com você, pode. Essa coisa normal pode. O que não pode é você trazer outras famílias e fazer uma festa, um churrasco, fazer um aniversário. É isto que a gente pede que não faça. Não porque é proibido, é porque não deve. A gente tem que proibir porque alguns insistem em fazer”, esclareceu o prefeito.