O vereador DineyLenon afirmou ontem que a Moção de Apelo, de sua autoria ao governador Romeu Zema, é no sentido de que ele assuma o seu papel e que não fique a reboque de medidas com relação a pandemia. “Foi por não tomar as medidas com antecedência que nos próximos 15 dias as famílias estarão numa situação lastimável. Sem planejamento, sem organização e sem atendimento das necessidades básicas”, lamentou.

A vereadora Regina Cioffi concordou com o vereador e disse que é muito determinar lockdown por 15 dias, porque a vida continua, as pessoas precisam comer, trabalhar, ir aos médicos, não ter medo de procurar cuidados para outras doenças. “O câncer está fazendo diagnóstico tardio, justamente por esta questão do fique em casa. Isso não é solução. A solução é alternativa para driblar o avanço do vírus. Quinze dias parado significa mais desempregos, pessoas passando necessidades básicas e depois voltamos na mesma situação”, disse a vereadora.

Para ela, se tivessem programado a vacinação, essa situação não estaria tão grave uma vez que com o governo federal, infelizmente, não podemos contar. “Está se brincando de cuidar da população com relação a pandemia. E o governador Romeu Zema falar que fizemos tudo, não fizemos, não. Onde está o planejamento estratégico? O que ele pensa para depois destes 15 dias? Vamos ter vacinas? Quais as ações estratégicas emergenciais que serão desenvolvidas? Isto chama-se enxugar gelo. Vai só criar mais uma situação de mais pânico para a população e não vai ter a solução que nos precisamos”, lamentou.