Falha nossa

Uma correção a respeito de nota publicada no blog de ontem. O DMAE comprou de uma empresa sediada na cidade de Betim emulsão asfáltica e não asfalto, conforme publicamos. Nem teria como transportar desde aquela cidade até Poços, asfalto quente, ou mesmo frio. De qualquer maneira o material deve ser transferido para a secretaria de obras para ser utilizada na usina de asfalto, aquela mesma, que segundo consta, vive enguiçada.

Uma coisa porém, é certa, não será por falta de emulsão que as valetas abertas para as necessárias intervenções do DMAE, permanecerão sem a recomposição do asfalto. Certo, secretário Cortezano?

Fechar Menu