Facebook vai recorrer

O Facebook decidiu não cumprir a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, que determina o bloqueio de contas, na rede social, ligadas aos investigados no inquérito aberto para apurar fakenews e ataques contra a Corte. Em nota, a rede social afirmou que vai recorrer da decisão.De acordo com o Facebook, a empresa respeita a legislação dos países onde atua. No entanto, alega “que a lei brasileira reconhece limites à sua jurisdição e a legitimidade de outras jurisdições”. (Correio Braziliense)

Fechar Menu