Quinta-feira, na primeira reunião do semestre da Comissão da Águas, a vereadora Regina Cioffi afirmou que as próximas deverão ser presenciais, seguindo os protocolos sanitários, uma vez que as reuniões online “são bem complicadas”.  Regina explicou que quando pensou em voltar com a comissão sua ideia foi a de retomar o trabalho feito no passado, porque é importante estar periodicamente verificando a qualidade da água no aspecto químico, físico, bioquímico e radioativo, que é a questão central.

Ela explicou que o DMAE tem feito um levantamento. “Eu fiz um pedido de informações sobre a questão das ETEs e veio a resposta. Eu me preocupei porque, realmente, na água do Bortolan, nos afluentes do Ribeirão das Antas, foi detectado excesso de fósforo e isso está totalmente em desacordo com as resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente”, revelou a vereadora.