Portal de Notícias e Web Rádio 

Como membro da comissão processante, a vereadora Luzia Martins, do PDT, afirmou que na primeira reunião não esperava que ela fosse se iniciar com a defesa do vereador Diney, mas sim, com a votação do parecer para prosseguimento ou arquivamento.

“Esse momento para mim era isso: nós iríamos nos reunir e prosseguir ou arquivar”, afirmou.

“Com a formação que temos não acho que estejamos aptos em fazer uma análise de provas, de fala e, infelizmente, fui sorteada e não me acho apta. Eu vejo os vídeos, mas não sei os que as pessoas estão falando, não sei o que a pessoa está fazendo”, afirmou a vereadora.