MARIA HELENA BRAGA

Secretária Municipal de Educação

A entrevista desta segunda-feira, feita pela jornalista Neusa Reis, é com a secretária municipal de Educação, professora Maria Helena Braga, que aborda, entre outras coisas, o Vale Merenda, retorno das aulas presenciais e prestação de contas do Fundep.

Blog – Finalmente saiu o Vale Merenda escolar, não é secretária?

Maria Helena – Graças a Deus! As coisas públicas são demoradas. Não precisa dizer que não são, porque são. Eu tenho experiência, porque é a quarta vez que eu sou secretária de educação. Então a gente tem que ter paciência, tranquilidade para dar tudo certo. Primeiramente foram feitas as inscrições nas unidades, quem quis o cartão merenda foi lá e deu o seu nome ao gestor de sua unidade, os nomes vieram para a secretaria. Ganhou a licitação uma firma de Curitiba, que imprimiu e estamos entregando. Eu fiquei muito feliz com o Vale Merenda, porque o dinheiro vai ficar na nossa cidade. A merenda que nós compramos para as unidades de educação infantil são compradas de outros municípios, porque quem ganha a licitação não tem um ganhador de Poços de Caldas. Todos são de fora. E agora não, o dinheiro vai ficar aqui, na vendinha da esquina, desde que tenha a maquininha ele pode comprar lá.

Blog – Vai ser aceito em qualquer estabelecimento?

Maria Helena – Qualquer estabelecimento. Não vai ter direcionamento para um ou para outro. Desde que o estabelecimento tenha a maquininha de cartão. São 17.240 famílias. Pensem bem, há municípios que não têm essa população. Então nós estaremos aqui felizes por estarmos atendendo os nossos alunos, os nossos adolescentes.

Blog- A senhora avalia que isso pode melhorar a economia dos bairros, porque as pessoas não precisam ir ao centro para gastar o vale merenda?

Maria Helena – Sem dúvida. Não é preciso ir a supermercado grande, ele pode comprar onde quiser e o que ele quiser. Isso é um respeito humano, um respeito à pessoa humana. Acho isso muito bonito, fiquei muito feliz de aqui na secretaria ter sido feito o lançamento e muito feliz também de poder participar desse momento da administração.

Blog – Aquelas pessoas que não se cadastraram para receber o Vale Merenda ainda podem se cadastrarem?

Maria Helena – Podem fazer, só que vão esperar o cartão ser fabricado. Se alguém não fez, esqueceu ou achou que não precisava e agora está precisando pode procurar sua unidade escolar e fazer e dar ainda o seu nome.

Blog – O valor é de R$ 70?

Maria Helena–Éde R$ 70, mas o prefeito anunciou que neste cartão já vão ser lançados os dois meses, R$ 140. O cartão é para dois meses, pelo projeto, e aí vamos ver com o prefeito qual será a decisão dele.

Blog – Com o retorno das aulas híbridas percebemos que os pais estavam temerosos de enviar seus filhos às unidades escolares. Tem aumentando a confiança desses pais?

Maria Helena – Eu visitei todas as quase 100 unidades do dia 2 a 27 de agosto, olhando banheiro, refeitório, salas de aula, freezers, geladeiras, cozinha e a gente percebeu que as famílias de educação infantil ainda estão resistentes de mandarem seus filhos, mas é um direito, elas mandam na hora em que quiserem e na hora que acharem queestarão com segurança. A escola ofereceu toda a segurança possível. Compramos máscara feilding, que é uma máscara que se coloca em cima dessa normal e que protege mais, para todos os professores, auxiliares de serviços gerais e profissionais que trabalham na área de educação.

Blog- Na sua avaliação o que foi mais difícil nesta volta às aulas de forma híbrida?

Maria Helena – Eu senti medo. Medo de muita gente pegar o covid, mas eu tenho muita fé que Deus está no comando. Nós tivemos dois casos, um de uma ADI (auxiliar de desenvolvimento infantil) do CAIC e uma aluna da Escola municipal AlvinoHosken de Oliveira. Os suspeitos todos que apareceram, os exames deram negativo, graças a Deus. Estamos trabalhando normalmente e com muita fé.

Blog – O ano de 2020 e início de 2021 foram difíceis, ainda mais para os professores recebendo críticas nas redes sociais, enquanto trabalhavam dobrado e que tiveram que inovar com as aulas online. Foi complicado receber estas críticas?

Maria Helena – Foi difícil e injusto. Foram críticas injustas, porque os professores se reinventaram, merecem todos os nossos elogios, eles aprenderam a usar a tecnologia, foram atrás e trabalharam online um ano e seis meses. Nós voltamos agora, em agosto. Nossos professores merecem todos os parabéns pelo esforço que tiveram. Com a volta eles estão trabalhando online e presencial. Agora duplicou a ação do professor, porque ele está trabalhando presencialmente e online, porque o aluno que não foi também tem direito a aprendizagem.

Blog – Qual foi seu sentimento com a volta das aulas presenciais, já que a senhoraseria uma das responsáveis por montar todo um esquema, que era inovador, e teria que ser seguro?

Maria Helena – É uma responsabilidade muito grande, um medo grande, um receio, um sentimento de fuga. Um sentimento de: será que isso vai dar certo? Mas eu tenho muita fé em Deus, isso deu certo e estamos na terceira etapa.

Blog – Uma reclamação de alguns vereadores foi a de que não houve a prestação de contas do Fundep. Isso procede?

Maria Helena – Não é a prestação de contas do Fundep, é uma prestação de contas que a gente tem que fazer para o Secom. No ano passado os vereadores demoraram muito a liberar, porque só depois que os vereadores votassem a lei é que a gente podia entrar. Agora já acertamos o 2020, já estamos no segundo bimestre de 2021, porque é bimestral a prestação. Este ano demorou mais, porque demorou muito a votação da Câmara do Conselho do Fundep e sem o conselho não tem jeito de prestação de contas. Nosso contador já está entrando no terceiro bimestre desse ano e logo vai estar tudo em ordem. Do ano passado nós já terminamos.

Blog- Com esta pandemia as verbas chegaram da maneira como deveriam?

Maria Helena – Muito. Cada escola recebeu um quantitativo além do Plano do Dinheiro Direto na Escola. Todo ano a escola recebe em duas parcelas um dinheiro para gastar na escola e no ano passado recebeu, além desse dinheiro, uma verba especial para o covid do governo federal. Os diretores usaram para comprar tampa de vaso, lixeirinha, dispenser, porque feilding, que é a máscara, o álcool, o álcool em gel, a água sanitária, papel toalha, papel higiênico, desinfetante próprio para banheiro, sabonete liquido foram todos enviados pela Secretaria. Eu tenho 3.133 funcionários e todos estão de máscara, desde o gestor até o auxiliar de serviços gerais, passando pela biblioteca, secretaria, todos.

Blog -Falaram até que vocês não estavam usando alcool gel 70%, que é o indicado.

Maria Helena – As críticas acontecem. Às vezes a pessoa não tem o que fazer e gosta de criticar. Eu sou muita aberta à crítica e quando não é verdade eu nem respondo, nem ligo. Eu sei, minha consciência está tranquila, que aquilo não é verdade. Eu tenho uma tranquilidade muito grande para dirigir a Secretaria de Educação e muita fé.