Enfermeiro é preso por vender linhas chilenas

 

Uma pessoa que deveria se preocupar com a saúde da população acabou detida por supostamente comercializar um produto que pode ferir e até matar pessoas, no último sábado. Um enfermeiro, funcionário público do município, foi detido e multado durante uma operação de combate ao uso de linhas cortantes. Ele suspeito de vender dezenas de carretéis da perigosa linha chilena.

As informações da Guarda Municipal da cidade apontam que tratou-se de uma operação conjunta com a Polícia Militar (PM), deflagrada após várias solicitações telefônicas dando conta sobre o uso destes materiais.

No bairro Monte Verde, os militares conseguiram abordar algumas pessoas, que foram orientadas sobre a proibição do uso destas linhas e seus riscos para a vida de pessoas e animais.

Além disso, com o enfermeiro, que não teve a idade divulgada pela corporação, foram apreendidos aproximadamente 58 carretilhas da linha e R$ 245, possivelmente provenientes do comércio das mesmas.

Fechar Menu