Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

Encontro da manhã de ontem, segunda-feira (13), promovido pela Prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), em parceria com o SEBRAE e a PUC Minas em Poços de Caldas, reuniu feirantes e alguns produtores rurais da cidade, para apresentar projetos que estão em desenvolvimento na Secretaria, a fim de fomentar a atividades realizada nas feiras.

Segundo o Coordenador de Fomento Agropecuário, Marcelo Munhoz, há uma série de ações ocorrendo. “A Sedet fez uma parceria com os cursos de Arquitetura e Urbanismo e Marketing por meio da empresa júnior Helvética, da PUC para redefinir o layout das barracas, padronizando estas e assim criar uma identidade visual”. Além disso, Munhoz destacou que dentro do projeto há uma preocupação com o ambiente geral das feiras “a intenção é transformar os espaços das feiras-livres em ambientes convivência, com a instalação de parklets e realização de eventos”, pontuou.

Outro aspecto abordado na reunião foi a respeito das ferramentas de comunicação. “Atualmente a utilização de mídias sociais é essencial para qualquer negócio, e a feira também deve acompanhar essa inovação, assim trabalhar o marketing, através da criação de logo e todo material de divulgação e informação é um trabalho muito importante”, disse Munhoz, que destacou além da parceria da PUC, o trabalho desenvolvido pelo SEBRAE, que têm apoiados as diversas iniciativas da Sedet. Desse modo, o analista técnico do SEBRAE, Ivan Figueiredo, demonstrou as diversas ferramentas que a instituição oferece para auxiliar nas atividades dos feirantes.

Além disso, através da parceria com o SEBRAE, o encontro ainda contou com um apresentação realizada pelo ex-prefeito de Tiradentes – MG, Ralph Justino, sobre a implantação de uma feira gastronômica naquela cidade, a qual se tornou referência nacional. “Hpa 25 anos iniciamos com uma feira gastronômica, hoje, é o FESTIVAL CULTURA E GASTRONOMIA PRÓ-TIRADENTES, evento que faz parte do Projeto Fartura – Comidas do Brasil, que tem como premissa mapear a cadeia produtiva da gastronomia, da origem ao prato” demonstrou Ralph.