Encontro do Parlamento Jovem

O Encontro Regional do Parlamento Jovem – Polo Sudoeste reuniu alunos de Poços de Caldas, Guaxupé, São Sebastião do Paraíso e Itaú de Minas. As atividades aconteceram na última quarta-feira (10), no Espaço Cultural da Urca, e contaram com a presença do presidente da Câmara, vereador Carlos Roberto de Oliveira Costa (PSC), dos vereadores Álvaro Cagnani (PSDB), Lucas Arruda (Rede) e Paulo Tadeu D’Arcadia (PT), e dos coordenadores do projeto.

Na parte da manhã, os estudantes participaram de dinâmicas de entrosamento e aproveitaram o momento para a troca de informações sobre o projeto. Na parte da tarde, fizeram um passeio de Teleférico e, de volta à Urca, receberam as primeiras oficinas de formação temática. Os assuntos abordados nas palestras foram “Direito às identidades e à diversidade cultural” e “Desigualdades socioeconômicas e violências por motivo étnico-racial”. Após as oficinas e demais atividades do projeto, os alunos devem elaborar e votar propostas sobre Discriminação Étnico-Racial, tema do PJ em 2019. As oficinas contaram com a participação da psicóloga, psicanalista e pós-doutora em Filosofia da Educação Roberta Ecleide, da professora, escritora e historiadora Maria José de Souza (Tita) e do presidente da Comissão de Assistência Social, Direitos Humanos e do Consumidor da Câmara vereador Paulo Tadeu Silva D’Arcadia. Os alunos puderam, ao final das palestras, apresentar dúvidas e considerações sobre os temas.

Roberta Ecleide falou sobre o direito às identidades e à diversidade cultural, iniciando a oficina com uma indagação: Há um lugar para as diferenças em nossos tempos? No decorrer da apresentação, a psicóloga destacou que, para lidar com a diversidade que soma e nos faz forte, é preciso honestidade, tolerância e responsabilidade, além de muita coragem para conviver com o diferente. O tema desigualdades socioeconômicas e violências por motivo étnico-racial foi abordado pela professora Maria José de Souza e pelo vereador Paulo Tadeu. Além de um resgate histórico, pontuando algumas questões sobre preconceito, eles falaram de políticas públicas que podem ser implementadas visando à diminuição das desigualdades existentes ao longo dos tempos.

Julyana Belo Nascimento é aluna da Escola Estadual Dr. Benedito Leite Ribeiro, da cidade de Guaxupé. Pela primeira vez no Parlamento Jovem, ela destaca que o projeto permite que os jovens se tornem cidadãos melhores. “O projeto é importante para que possamos escolher bem nossos representantes, pessoas que realmente possam cuidar da nossa cidade e do nosso país. É importante também porque discutimos temas considerados tabus, isso abre bastante nossa mente para a política, mesmo porque muitos deles nós temos dúvidas”, diz.

Fechar Menu