Encolhendo…

A queda na aprovação do governo de Jair Bolsonaro e o início um tanto confuso e decepcionante do governo Romeu Zema, reduziu o entusiasmo dos grupos ligados ao PSL e ao Partido Novo, com vistas a eleição municipal no ano que vem.

O grupo de empresários e admiradores do novo governador que vinha se reunindo para lançar candidato a prefeito e uma chapa forte de candidatos à vereança já não demonstra o mesmo entusiasmo, o mesmo ocorrendo com o pessoal do PSL que além da queda de popularidade de Bolsonaro ainda tem que administrar o escândalo das candidaturas laranjas que pode derrubar o ministro do turismo Marcelo Antonio, o todo-poderoso do PSL em Minas.

Fechar Menu