Empresas usaram disparos pró-Bolsonaro

Empresas brasileiras contrataram em 2018 uma agência na Espanha para fazer, pelo WhatsApp, disparos de mensagens a favor do então candidato Jair Bolsonaro (PSL), relata Patrícia Campos Mello. A informação, que aparece em gravações obtidas pela Folha, é de Luis Novoa, dono da Envia whatsapps.

Nos áudios, Novoa afirma que “empresas, açougues, lavadoras de carros e fábricas” no Brasil compraram seu software para disseminar propaganda do candidato. A prática é considerada ilegal, pois se enquadra como doação de empresas para campanhas eleitorais, o que é proibido. (Folha)

Fechar Menu