Em busca de solução…

Podemos até não concordar sobre a forma em que o prefeito Sérgio Azevedo aceitou a entrega da concessão do Monotrilho para a Prefeitura, uma coisa, porém, é certa, a partir de agora o governo municipal terá que encontrar uma solução para o problema que se arrasta há 18 anos.

Colocar novamente em funcionamento encontrando algum empresário que se interesse em investir no projeto é hipótese menos provável; acrescentar o equipamento na licitação do transporte coletivo; inclui-lo no Plano de Mobilidade Urbana, ou até mesmo o desmanche da estrutura, são as outras hipóteses, sendo esta última a que tem maior chance.

A administração em parceria com os vereadores e com parecer do Condurt e outros órgãos de assessoramento vai ter que encontrar uma saída, condição que não existia antes, por causa da pendência no Judiciário.

Há quem diga que o prefeito deveria ter endurecido um pouco mais o jogo durante as negociações porque com o falecimento do empresário Juracy Ferreira, idealizador do projeto, mais a deterioração da estrutura que vinha sendo motivo de constantes reparos, a concessionária não tinha muita saída a não ser desistir da concessão.

Fechar Menu