DMAE esclarece utilização do IGP-M

O Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) busca propiciar à população, a qualidade no tratamento de água e esgoto, com uma tarifa considerada uma das mais baixas do Estado. Para isto, diversos fatores são importantes, entre eles, a qualificação dos seus servidores, equipamentos de alta tecnologia e a utilização de produtos químicos reconhecidos no mercado. Além disso, exige equilibro entre receitas/despesas para a manutenção e ampliação de suas atividades, sendo que alguns insumos contribuem diretamente para os custos operacionais do DMAE, tais como, a gasolina (que sofreu variação no ano de 29,61%), a energia elétrica (aumento de 39,74%) e o os produtos químicos (6,76% de aumento).

Reajuste

Em julho de 2018, houve o reajuste nas contas de água e esgoto (5,79%) e passado um ano, agora em agosto/2019, ocorre novo reajuste de 6,53%, abaixo dos aumentos ocorridos nos insumos acima citados, não havendo repasse para a tarifa.

O cálculo da tarifa do Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) é baseado no Índice Geral de Preços do Mercado, IGP-M, que é o parâmetro indexador no Brasil para correção de contratos de aluguel, algumas modalidades de seguro, tarifa de energia elétrica e serviços públicos.

Fechar Menu