Diminui a chance de encontrar sobreviventes

No terceiro dia de resgates após rompimento de barragem em Brumadinho, as condições de trabalho pioraram e nenhum sobrevivente foi encontrado. Segundo o comandante da operação do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Eduardo Angelo, a chance de se localizarem pessoas com vida a partir de agora é “bem pequena”. Ele pediu, porém, que as famílias não percam a esperança. “Já aconteceu? Sim, já teve gente soterrada por mais de 30 dias, só que isso normalmente é um ponto fora da curva”, afirmou.

Fechar Menu