A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que um em cada dez pacientes possa ser vítima de erros ou eventos adversos durante a assistência à sua saúde. Alguns podem não ter consequências mais sérias, outros podem gerar graves complicações. Para colocar esse assunto em foco, a Organização Mundial da Saúde (OMS) criou o Dia Mundial da Segurança do Paciente, celebrado hoje, 17 de setembro.

Por isso, a equipe da Qualidade e Núcleo de Segurança do Paciente da Santa Casa de Poços, formada pela enfermeira Natália de Mattos Ribeiro, pela gestora de Qualidade Mayara Souza e pelo auxiliar administrativo Rafael Messias Franco, está realizando algumas atividades importantes para lembrar a data.

Em um dos quartos da Ala A do Hospital foi feita a “Enfermaria dos Horrores”, que conta com alguns erros relacionados à assistência ao paciente, como,  por exemplo: erro de identificação, erro de medicamento, risco de queda, lesão por pressão, entre outros. Tudo baseado nas “Metas Internacionais de Segurança dos Pacientes”.

“Os colaboradores entraram dentro da sala, verificaram esses erros e, posteriormente, participaram de um quiz com 11 perguntas, em que a superintendência disponibilizou prêmios para os funcionários que acertarem mais perguntas. Então, estamos trabalhando nisso, desde a parte da higienização das mãos até a parte em que o colaborador entra na assistência direta ao paciente”, explica a enfermeira responsável pelo  Núcleo de Segurança do Paciente, Natália de Mattos Ribeiro.

As atividades aconteceram na tarde de ontem, na Ala A e continuam hoje, Dia Mundial de Segurança do paciente, das 10h às 14h.