Claudiney explicou que os votos contrários não se referiam ao centro de pesquisa. “Este é um manifesto, com voto contrário, de natureza política. E por que fizemos isto? Porque queremos ser leais com o senhor, Diney. A lealdade é uma virtude que eu, e acredito que muitos colegas aqui presentes, valoriza. A lealdade quer dizer que eu posso ser a favor ou contrário ao seu posicionamento e não obstante, dizer com clareza, diante dos seus olhos, face a face, sobre o meu posicionamento. Isso é lealdade. É uma virtude que meu pai me ensinou na infância. Eu já vivi muitas coisas na minha vida, eu tenho casca grossa em razão dos embates e dos altos e baixos que a vida me proporcionou, mas jamais tolerei a deslealdade”, disse o vereador, insatisfeito com o fato de o vereador petista ter divulgado nas redes sociais  os telefones e e-mails dos vereadores, que são públicos.