Até então invicta no Campeonato Mineiro – dois empates e duas vitórias, ambas como visitante -, a Caldense perdeu a invencibilidade na competição e a campanha de 100% como visitante.

Já a URT mantém o bom retrospecto contra a Veterana no Zama Maciel. O Trovão Azul não perde para o time de Poços de Caldas no estádio desde 2015, quando foi derrotado por 1 a 0, no Campeonato Mineiro. Neste ano, é a segunda vitória em dois jogos no estádio.

A URT respira no estadual e vai para a parada da competição por causa da pandemia de Covid-19 em sexto lugar com seis pontos. A Caldense perde uma posição, mas segue no G-4, em quarto lugar, com oito pontos. Na sexta rodada, o Trovão Azul visita o Pouso Alegre, no Manduzão e a Caldense recebe o Atlético-MG, no Ronaldão.

1º tempo

URT e Caldense fizeram um jogo pegado no meio campo no primeiro tempo. Mandante e disposto a fazer valer o jogo em Patos de Minas, a URT melhorou na partida e teve a primeira chance aos 9 minutos. Léo Aquino bateu falta que explodiu no travessão de Passarelli. Depois foi a vez de Kellyton arriscar de longe e obrigar o goleiro da Caldense espalmar para escanteio. Aos 25 mintuso, Yago puxou contra-ataque, invadiu a área e cai. A arbitragem marcou pênalti, convertido por Mateus que deslocou Passarelli. A Caldense tentava buscar o ataque, mas encontrava dificuldades, principalmente, no último passe. A URT teve chances de ampliar com o zagueiro Davy que pegou sobra de escanteio e obrigou Passarelli a fazer linda defesa.

2º tempo

A Caldense voltou com modificações na segunda etapa e passou a rondar a área da URT. Mesmo com dificuldades em sair para o ataque, o time da casa tinha mais objetividade e, quando chegava, levava perigo. Em uma deles, Kellyton levantou na área, Mateus cabeceou e Passarelli mandou para escanteio. A primeira chance da Caldense foi aos 17 minutos em cobrança de falta venenosa de Gabriel Tonini. Renan Rinaldi mandou para escanteio. Mas quem marcou foi a URT. Léo Aquino fez a jogada com Pedro Rosa pela esquerda. O lateral invadiu a área, fez o corte e tocou para trás. João Diogo ajeitou e bate no ângulo. A bola ainda bateu no travessão antes de entrar. A Caldense foi para o tudo ou nada e teve um pênalti aos 33 minutos. David Lazari deslocou Renan Rinaldi e colocou fogo no jogo. David Lazari teve chance de empatar em chute de fora da área. No entanto, Bernardo fechou o placar com uma pintura. Falta na intermediária, pouco depois do meio campo. O lateral que entrou na segunda etapa pegou distância e soltou a bomba no canto de Passarelli para fazer o terceiro e fechar o placar.

Mineiro parado

A partir desta segunda-feira, o Campeonato Mineiro entra em paralisação. Os eventos esportivos também estão proibidos em Minas Gerais. O Estado entrou na Onda Roxa do Minas Consciente, programa de enfrentamento à Covid-19 para tentar conter o avanço da pandemia. As restrições, a princípio, valem até o fim deste mês.