Revista Fórum – Maria Auxiliadora, a testemunha que acusou o ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT), Delúbio Soares, de ter recebido “mala com dinheiro”, no caso do “mensalão”, foi condenada a 8 ano de prisão de por falso testemunho.

Por conta do depoimento de Auxiliadora, Delúbio Soares foi preso. De acordo com a sentença do juiz Alessandro Diaferia, a testemunha inventou uma história para se vingar do publicitário Eduardo Fisher, pois, ela havia sido demitida da agência de Fisher.

Dessa maneira, Maria Auxiliadora inventou uma cena na qual Fischer teria entregado uma mala de dinheiro para Delúbio Soares e Sílvio Pereira. Ela também havia dito que estavam com ela o ex-ministro Alceni Guerra e Donato Otacílio. Porém, ambos desmentiram a versão de Auxiliadora.