“Dando banho em paulista”

Se depender do poços-caldense, Dante de Matos, novo diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), as ThermasAntonio Carlos e o Balneário Mário Mourão, serão repassados inteiramente de graça a quem se dispor a explorar os dois balneários.

Para ele, “as Thermas de Poços de Caldas só servem para o Estado dar banho em paulista”, uma declaração infeliz, que vai contra o pensamento do prefeito Sérgio Azevedo que no início do seu governo chegou a viajar para a Europa e até assinar convênio em Portugal, tentando atrair para os balneários turistas europeus. Na época o prefeito assinou o compromisso sem nem mesmo estar devidamente credenciado para representar os balneários uma vez que o convênio entre o Município e o Estado para a prefeitura administrar os balneários estava vencido.

O prefeito ainda tentou prolongar o convênio, mas o Governo do Estado, sob a gestão do petista Fernando Pimentel, não topou a parada. Diante da negativa as ThermasAntonio Carlos retornaram para a Codemge, enquanto que os servidores municipais que trabalhavam no setor foram deslocados para o balneário Mário Mourão, ainda de responsabilidade do município.

Segundo Dante de Matos, as Thermas representam um prejuízo de seis milhões por ano e enquanto era administrado pela Prefeitura, esse prejuízo era coberto pelos cofres municipais. Outra declaração do presidente da Codemge (matéria abaixo do blog) no que se refere a centro de convenções, obra a muito reivindicada pela prefeitura de Poços, esse tipo de obra “só é viável em cidade com mais de 300 mil habitantes”, e este não é o caso de Poços de Caldas.

Como cidadão nascido e criado em Poços de Caldas, frequentador diário até a adolescência, da padaria do seu saudoso pai, na ruaJunqueiras, por coincidência, próximo asThermas, o novo presidente da Codemgefoi infeliz na afirmação de que o balneário serve apenas para “dar banho em paulista”. Deveria lembrar a importância das águas termais na história da cidade e o fato de que as águas sulfurtosas são o grande diferencial da cidade em comparação com outros destinos turísticos.

Se o balneário é mal administrado, a questão é outra..As Thermas sempre serviram para muitas outras coisas além de simplesmente “dar banho em paulista”, como afirmou o presidente da estatal mineira.

 

Diretor do DMAE vai apurar denúncia

Atendendo a solicitação do diretor-presidente do Departamento Municipal de Água e Esgoto, Paulo Cesar Silva, a assessoria de imprensa do DMAE encaminhou para o blog mensagem a respeito da nota veiculada nesta quinta-feira, sob o título “MP acusa advogado do DMAE de improbidade”. “Informamos que será solicitada ao Poder Legislativo, conforme a informação veiculada, cópia do documento encaminhado pelo Ministério Público à Câmara Municipal, contendo denúncias contra servidor desta autarquia, com o objetivo de, após apuradas e se confirmadas as referidas denúncias, sejam tomadas as providências cabíveis”.

Fechar Menu