* Segundo a cláusula quarta do contrato emergencial firmado entre o Município e a Circullare, a empresa poderia reajustar a tarifa em 70 centavos a partir de quarta-feira, 48 horas após vencido o primeiro mês do referido contrato caso a prefeitura não efetuasse o primeiro pagamento de R$ 350 mil, referente ao subsídio que tem como objetivo cobrir os custos da empresa com a redução da tarifa para 4 reais desde o dia 21 de maio último.

* Como o projeto Recupera Poços, onde está inserido a obrigatoriedade do Município pagar o subsídio mensal ainda não foi aprovado, em decisão pautada pelo bom senso a direção da empresa decidiu não efetuar o reajuste, preferindo aguardar a aprovação do projeto de lei que já está tramitando na Câmara.

* A informação do presidente da Câmara, vereador Marcelo Heitor, o projeto de lei do programa Recupera Poços será inserido no expediente da sessão ordinária da próxima terça-feira em regime de urgência. Para agilizar a aprovação, uma sessão extraordinária deverá ser agendada para a quinta-feira, dia 1.o de julho, quando se dará a segunda votação do projeto tudo indica será aprovado.

* A vereadora Regina Cioffi (PP) deverá insistir junto a mesa diretora do legislativo na proposta de contratação de uma empresa especializada com objetivo de orientar os vereadores nas alterações que serão introduzidas no projeto de revisão do Plano Diretor. Celso Donato, secretário de governo sugeriu a aprovação do projeto que já está em tramitação no legislativo uma vez que a sua devolução para o executivo poderia atrasar ainda mais a revisão do Plano Diretor que está atrasada em 15 anos.

* O Durante a reunião da CPI das Férias, realizada ontem, o vereador Claudiney (PSDB), perdeu a paciência com o seu colega Diney Lennon (PT) com razão. Segundo Claudiney deu a entender, o oposicionista, toda vez que vai contra alguma sugestão dada por colegas da situação faz um sermão como se fosse ele (Diney) o único dono da verdade. Tem razão.

* Geraldo Laier que já ocupou cargo de gerente na unidade da Alcoa em São Luiz do Maranhão, classifica como Importante o investimento anunciado pela empresa em Poços de Caldas com a implantação da metodologia de Filtro Prensa, que elimina 70% da umidade do resíduo. Esta é a terceira unidade da Alcoa a receber o benefício pois aumenta a vida dos lagos, reduz a probabilidade de infiltração, melhora e muito a quantidade de soda reciclada, reduzindo o custo em compra de soda e praticamente elimina riscos de estourar os muros de contensão …