* Como presidente do legislativo municipal o vereador Marcelo Heitor (PSC), tem agido com ponderação e bom senso. Um desses exemplos é que assim como fez o prefeito Sérgio Azevedo, de comum acordo com integrantes da mesa diretora e a maioria dos demais vereadores, e até mesmo com aprovação dos servidores da Casa, vai conceder reajuste de 5,3% aos funcionários, mesmo percentual oferecido pelo executivo. O vereador de oposição, Diney Lennon discorda, quer reajuste de 9%.

* Apenas uma coincidência, mas o promotor de justiça Sidnei Boccia, que sempre jogou duro com os agentes politicos anunciou sua aposentadoria exatamente no dia em que a Câmara dos Deputados aprovou alterações na lei que flexibiliza os crimes de improbidade administrativa que serviu de base para que o promotor abrisse inúmeras ações contra os agentes que teriam cometido irregularidades segundo a lei.

* Este será o primeiro final de semana em que estará em vigor o fechamento do comércio e proibida a entrada de turistas na cidade. Com certeza, muitos visitantes serão apanhados de surpresa e convidados a fazer meia volta retornando as suas cidades. O governo municipal promete jogar duro contra aqueles que tentarem burlar a determinação e se alguém por acaso conseguir passar pela vigilância não encontrará nem mesmo uma padaria aberta para tomar um cafezinho.

* Por falar em padaria, algumas estavam distribuindo ontem cartões com o número do telefone para entrega delivery. Caso alguém sinta vontade de um pãozinho do dia, ou mesmo algum salgadinho, é só telefonar que a mercadoria será entregue em casa em poucos minutos. Felizmente para isso não existe proibição, o delivery está liberado.

* Se a fiscalização jogar mesmo duro com os infratores o número de multas será grande, em São José do Rio Preto, por exemplo, a prefeitura aplicou R$ 232 mil em multas no primeiro dia de “lockdown noturno” das 18h de quinta (17) e madrugada desta sexta-feira (18). A medida mais restritiva é para conter o avanço da pandemia na cidade.